GNS3: Que router “come” a CPU?

Hoje tive que abrir uma topologia GNS3 criada numa versão antiga. Ao arrancar a simulação a CPU subiu aos lindos 100%!. Os valores de IdlePC tornaram-se inválidos para alguns dos routers.

Processos dynamips

Uma olhada rápida no Windows Task Manager revela 3 processos com consumo de CPU alto.

Mas como saber quais os routers associados a estes processos dynamips?

Coisa fácil. Começamos por adicionar uma nova coluna ao Task Manager: a coluna “Command Line”.

A opção está disponível no menu View — Select Columns (o meu Windows está em inglês, esteja atento para o equivalente no Windows em português).

select columns
Na janela “Select Process Page Columns” marcar a opção “Command Line”

select command line
Ao reorganizar e redimensionar as colunas será possível ver a identificação do ficheiro de log “dynamips_ix_log.txt” em que “x” é um número que identifica o processo.

processos_identificados

No meu caso específico, os IDs são o 2, 3 e 4.

O último passo é relacionar o processo com o router. O GNS3 torna isto fácil. Basta passar o mouse sobre o router e na janela de informação terá o Dynamips ID utilizado pelo router.

 dynamips id
Com o router identificado, basta seguir com a identificação do valor apropriado de Idle PC para reduzir a utilização de CPU. Depois de calcular o valor Idle PC (no meu caso só foi preciso fazer em R4) eis o resultado da utilização de CPU:
depois de idlepc

Mas a relação entre o dynamips ID e o número do router é sempre a mesma?

Vendo a imagem poderíamos pensar que sim. E esta associação, R1 – dynamips id 1, R2 dynamips id 2, … é verdadeira desde que não se alterem os nomes dos routers depois de os adicionar e nenhum deles seja apagado posteriormente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *