CDNs funcionam mesmo?

Nota: os dados para este artigo foram recolhidos em 2017 e 2018. Embora alguns possam não ser actuais, os princípios se mantêm.

Em artigos anteriores, toquei brevemente nas vantagens de se utilizar uma CDN (Content Delivery Network) para servir conteúdo aos utilizadores. Embora saiba disso, nada melhor do que pôr a mão na massa, experimentar e comparar os detalhes antes e depois da activação. Vamos a isso!

Continue reading

Simulação de Latência com Linux

Muita gente me perguntou (… bem, na verdade foi só uma pessoa) como foi possível adicionar latência entre os hosts com tanta precisão para o artigo anterior sobre os efeitos da latência no throughput. Quando decidi escrever o artigo, além de evocar grandes curandeiros e kimbandeiros as minhas buscas levaram-me ao artigo tc: Adding Simulated Network Latency To Your Linux Server. que das várias opções disponíveis pareceu-me a melhor pois não era necessário utilizar um tercero elemento entre os hosts que se comunicavam.

Então, como funciona? Continue reading

Os Efeitos da Latência no Throughput

Ainda me lembro quando em 2009 me foi passada a responsabilidade de validar um link de internet via satélite de 16Mbps. Naquela altura era buéeee xe!

O meu espanto foi que por mais speedtests e downloads que eu fizesse simplesmente não consegui saturar o link e lá ia eu reclamar com o provedor.

Até que um jovem muito paciente me explicou: “É satélite Mário, a latência é muito alta, tens que fazer vários downloads ou utilizar um acelerador”

E assim, pela primeira vez fiquei a saber que links de elevada latência como é o caso de satélite (ping ~ 500-600ms) têm influência não só em comunicação realtime como voz/video em que a outra pessoa parece que está bêbada, mas também têm influência no throughput: a velocidade.

Passemos à verificação… Continue reading

Captura de Pacotes em Routers e Switches Cisco (Mind Map)

Desde cedo que sou fascinado pelos detalhes “íntimos” dos procotolos, captura de pacotes e as capacidades de uma das ferramentas top 3 de troubleshooting: o Wireshark.

Conseguir capturas nos extremos (clientes/servidores) é fácil, mas as coisas podem complicar-se quando se quer capturar tráfego algures a meio do caminho principalmente se for difícil fazer port mirroring (SPAN) em algum switch remoto.

Packet Capture Capabilities of Cisco Routers and Switches é um video antigo (4 nos já é idoso net?) publicado no forum de suporte da Cisco que apresenta diferentes métodos de conseguir captura de pacotes nos próprios dispositivos, tanto em formato .pcap Wireshark como em texto.

Este video tem 1 hora mas se estiver com pressa facilitei o seu trabalho resumindo todo ele num mind map de “fácil leitura” agrupado por IOS, NX-OS and IOS XR. Continue reading

O “front-end” de consulta da CNE na AWS? Parte II

Eu votei, tu votaste… é hora de seguir com a vida com a parte 2 do meu post recente sobre o front-end de consulta de assembleias de voto da CNE na cloud AWS (Amazon Web Services).

O objectivo deste post é uma análise breve de um ponto de vista mais técnico da arquitectura desta aplicação web.

Irei tocar na alta disponibilidade, latência para os utilizadores e “adivinhar” onde está a base de dados.

Nota: Este post foi escrito, e os dados recolhidos antes das eleições em 21 de Setembro de 2017. Quando estiver a ler, é possível que o site e formulário mencionados não estejam mais disponíveis.

Continue reading

A melhor maneira de aprender…

Desde a minha juventude o meu pai me dizia:

“A melhor maneira de aprenderes algo é aceitares o desafio de ensinar a alguém”

E ensinar nunca foi o meu forte. Sempre foi algo do qual eu fugia até há alguns anos atrás, quando aprendi que era de facto verdade e comecei a perder o medo de falar em público. É na hora de se tentar ensinar que descobrimos os pequenos detalhes que nos faltam.

Comecei recentemente um desafio do género, não porque me pediram, mas porque eu mesmo me ofereci para solidificar o conhecimento de ambos os lados, de quem ensina e de quem recebe. “Win-Win situation”. Uma “formação à medida” a um grupo de funcionários de uma empresa sobre bases roteamento e protocolo OSPF ao nível de conhecimento CCNP.

Então… chegou a hora de descobrir o pouco que ainda sei e refrescar o que já fugiu.

De volta ao básico!
Books + Books

E lembrem-se sempre:

“O conhecimento não vale de nada se não for partilhado e posto em prática, por menor que ele seja”